| Tudo sobre Cães e Gatos

Você quer um Pug? Saiba como escolher um criador de boa procedência.

4.9K 3
Você quer um Pug? Saiba como escolher um criador de boa procedência.

Você não deve comprar seu Pug em classificados, olx ou até mesmo em Petshop pois normalmente tratam-se de reprodução caseira/canil fundo de quintal  pessoas que só visam o lucro e não as características físicas e psicológicas da raça, além de muitas vezes as matrizes serem exploradas e terem diversas crias ao longo de suas vidas.

O bom canicultor (criador) nunca vive da venda de filhotes, e sim investe em seleções de matrizes e padreadores, assim como coberturas e cuidados.

Leia mais: Qual nome escolher para o meu pug? Separamos uma lista para ajudar você na procura.

pug filhote

Pug abricot

Achar um canil sério não é uma tarefa fácil e requer dedicação, mas a decisão de ter um pug é algo que precisa ser pensado, planejado e desejado. Encontrar um canil é apenas uma parte de todo o processo.

pug preto

Pug preto

Leia também:

13 Alimentos saudáveis que você pode dar para o seu cachorro

O perigo dos OSSOS DE COURO: Pode ser mortal para o seu cão

Por que o seu cão treme enquanto está dormindo?

Veja as perguntas essenciais a serem feitas para um criador, sem qualquer constrangimento:

– Quando eu visitar seu canil (casa), poderei ver o Pai e a Mãe da ninhada?
Resposta Correta: SIM, eles estarão à sua disposição.

– Ambos os pais possuem laudo atestando serem aptos a reprodução? Estes laudos são emitidos por centros radiológicos especializados e assinados por veterinário especialista?
Resposta Correta: SIM, ambos possuem e os laudos estão a sua disposição, seguindo cópia dos mesmos junto ao filhote.

– O Canil tem um veterinário responsável?
Resposta Correta: SIM, o responsável é o Dr. Fulano de Tal, o qual, se necessário, pode ser contactado por você.

– Seus filhotes tem pedigree? E qual é o sistema do registro?
Resposta Correta: SIM, não vendemos filhotes sem pedigree, o sistema único válido e reconhecido pelo ministério da Agricultura é pela FCI – Federação Cinológica Internacional, cujo cartório no Brasil é de competência da CBKC – Confederação Brasileira de Cinofilia.

– Com que freqüência as cadelas criam?
Resposta Correta: 1 vez por ano (respeitando o intervalo de um cio entre as ninhadas).

– Qual o grau de envolvimento que o criador tem com sua criação? Os cães moram junto dele ou em propriedades distantes com seus empregados?
Resposta Correta: Envolvimento total, os cães moram no mesmo local que o criador reside, seja este local uma chácara ou uma casa na cidade, e recebem amor e auxílio constante do criador. Quem ama e gosta de criar cães, não consegue estar distante deles e de suas crias.

– Que conselho você pode dar para selecionar o filhote certo para minha família?
Resposta Correta: O criador deveria poder lhe ajudar com respeito ao temperamento do filhote de cachorro e nível de atividade, isso é claro e natural se ele conviveu com a ninhada.
Outro ponto importante é exigir o pedigree do filhote: Pedigree é o registro genealógico de um cão de raça pura. No Brasil o chamamos de Registro Geral (RG). Ele é atribuído aos filhotes de dois cães, ambos com RG, pelo canil onde nasceram filiado a CBKC. Este criador preenche um mapa de ninhada no Kennel Clube, uma sociedade civil de direito privado sem fins econômicos, com sede, domicílio e foro.

pug filhote

DIGA NÃO A REPRODUÇÃO CASEIRA! Se você REALMENTE ama cachorros!

Por que somos contra procriação caseira?

Criar cachorro não dá dinheiro. Claro, as pessoas pensam “R$2.000 cada cachorro em uma ninhada de 7, isso são R$14.000”. Mas não é bem assim que funciona.

Vamos aos custos pra cruzar seu cachorro:

– vacinas no macho e na fêmea
– vacinas nos filhotes até 2 meses de idade
– vermífugo para a mãe e os filhotes
– acompanhamento veterinário da cadela grávida durante 2 meses
– ultras
– parto da cadela (e se for cesareana, é muito caro)
– vitaminas e suplementos para a cadela prenha
– tapetes higiênicos em grande quantidade para quando os filhotes nascerem até 2 meses

Em geral, é quase impossível lucrar com a venda de filhotes, claro, se a pessoa for consciente e fizer tudo corretamente.

A reprodução é uma coisa séria, reproduzir por achar que vai lucrar, é fofo ou porque quer dar um filhote a alguém conhecido é o mesmo que brincar com vidas. Você reproduziria para dar o seu filho à sua melhor amiga? Você arriscaria a sua vida com uma gravidez e um parto que pode te matar?

Cada gravidez e cada parto são um risco à saúde da fêmea, podendo mesmo acabar com a sua vida ou retirar-lhe meses de vida, o desgaste de uma ninhada para um animal tão pequeno e territorial é enorme!

Vale ressaltar que o barato sempre sai mais caro!!!

Fontes: PUGaholics e Tudo sobre cachorros

Gostou do nosso conteúdo? Curta nossa Facebook, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook