| Tudo sobre Cães e Gatos

Viagem com animais: Tudo que você precisa saber

1.18K 2
Viagem com animais: Tudo que você precisa saber

Uma pesquisa realizada pela Best Western International afirma que mais da metade das pessoas que tem bichinhos de estimação levam seus cães e gatos consigo quando viajam. Mas uma viagem com animais exige cuidados e preparo. Principalmente se for de avião, já que as companhias fazem uma série de exigências.

viajem

 

O que é essencial verificar antes da viagem:

Leia também:

3 dicas infalíveis p/ fazer seu cão dormir na cama dele

Hotel para cachorro – Veja como viajar e deixar seu amigo cão em segurança

Câncer de pele em cães e gatos | Portal dos Cães e Gatos

  • Hospedaria

Antes de se preocupar com a questão do transporte, é preciso consultar o local em que você irá se hospedar e ter a certeza de que eles aceitam animais domésticos. Em geral, é cobrada uma taxa extra.

  • Atestado de saúde

Para que seja permitido o transporte aéreo de cães e gatos, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) exige que seja expedido um atestado de saúde por médico veterinário cadastrado no Conselho Regional de Medicina Veterinária. O prazo de validade de cada atestado varia conforme a companhia aérea.

  • Caixa de transporte

Se o cão ou gato já forem acostumados a andar de carro, a viagem será mais tranquila. Em alguns casos, o veterinário pode indicar algum remédio para enjoos ou uma leve sedação para que eles não se estressem. Fique atento a temperatura interna do carro, que precisa ser fresca. Jamais deixe o animal trancado sozinho no carro.

s48nn4ntlz4-robson-hatsukami-morgan

Para transportar animais de estimação em aviões é necessário adquirir uma caixa de transporte adequada. Cada empresa costuma ter seus tamanhos máximos pré-definidos. Lembre-se de adquirir com antecedência e se certificar de que ela está em conformidade com as exigências da companhia.

  • Vacinas

As companhias aéreas exigem que a vacina antirrábica esteja em dia – ou seja, tenha sido aplicada a no mínimo 30 dias e no máximo um ano. É possível ainda emitir para seu animalzinho um passaporte específico.

Ele é feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e substitui o atestado de saúde obrigatório. Além disso, é aceito em determinados países em substituição ao Certificado Veterinário Internacional (CVI), que é obrigatório para viagens internacionais.

Trata-se de um documento gratuito, fornecido em 30 dias úteis contados a partir do recebimento dos documentos necessários. Vale saber que nesse caso é obrigatória a identificação eletrônica dos animais através de microchip.

Em todas as companhias aéreas, a cobrança pelo transporte do seu bichinho é em torno de R$ 200, valor que pode ser alterado de acordo com as características do voo e mesmo do animal. Ou seja, vale ficar atento.

Fonte: Doutíssima

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

 

Comentários no Facebook