| Tudo sobre Cães e Gatos

Facebook proíbe venda de animais na rede social

3.48K 4
Facebook proíbe venda de animais na rede social

Apesar de muitas pessoas não saberem, o Facebook tem um link em português onde deixa claro que a venda de animais – de qualquer espécie, já que não está tipificado – é completamente proibida na rede social.

Em tese, é permitido denunciar qualquer página ou perfil dentro do Facebook que esteja ofertando animais para venda. Isso vale para filhotinhos de cachorros ou gatos e também para galinhas, patos, vacas, porcos e todos os outros.

Leia também:

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

Somos todos Vira-latas – Conheça a campanha

Estudos detectam como os cães veem seus humanos

Na realidade, porém, o que se vê é que existem muitos anúncios de animais na rede social. De qualquer maneira, agora sabendo que não é permitido, é mais provável que as pessoas criem coragem para auxiliar na denúncia em massa desses anúncios.

Na manhã de 19/02 a política de comércio do Facebook mudou e agora proíbe a venda de animais na rede social. A política alerta para que você denuncie toda vez que encontrar divulgações de venda.

De qualquer maneira, para que as vendas sejam eliminadas é necessário que os usuários realizem as denuncias ao Facebook sempre que se depararem com publicações de venda de animais, seja em grupos, páginas, ou na linha do tempo de qualquer pessoa.

A opção “Denunciar publicação” é acessada por meio de uma lista que aparece ao clicar no ícone de uma seta pra baixo, localizado no canto superior direito de cada publicação. O alerta vale tanto para grupos, páginas ou linha do tempo de qualquer pessoa.

Veja a norma em sua totalidade:

Política de comércio

Itens, produtos ou serviços vendidos no Facebook devem estar em conformidade com os nossos Padrões da Comunidades, bem como com as Políticas de comércio. A venda dos seguintes itens é proibida no Facebook:

1. Drogas ilegais, prescritas ou recreativas;
2. Itens de tabaco e parafernália relacionada;
3. Suplementos inseguros;
4. Armas, munições ou explosivos;
5. Animais;
6. Itens ou serviços para público adulto;
7. Bebidas alcoólicas;
8. Itens de saúde para adultos;
9. Serviços de jogos de azar valendo dinheiro real;
10. Bens, itens ou publicações que considerarmos que podem ser ou que são fraudulentos, enganosos, ilusórios ou ofensivos; ou
11. Posicionamento demasiadamente sexual.

Lembre-se, apesar da venda de animais não ser proibida, precisamos combater a procriação de fundo de quintal, onde os animais são utilizados como escravos, sem tratamento ideal e muitas vezes em estado crítico de saúde. Faça sua parte, denuncie.

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

 

 

 

 

Comentários no Facebook