| Tudo sobre Cães e Gatos

É saudável trocar de ração cada vez que o cachorro se cansa da ração?

357 0
É saudável trocar de ração cada vez que o cachorro se cansa da ração?

A ração para cachorro é muito importante no dia a dia dos nossos amiguinhos pets, isso porque é através dela que os bichinhos recebem diversos nutrientes que precisam diariamente e, segundo especialistas, elas são capazes de de ajudar a prevenir problemas que podem surgir no trato digestivo. Tenha cuidado ao trocar de ração.

Leia também:

Sonhar com cachorro: confira aqui tudo que você precisa saber

É saudável trocar de ração para cachorro?

Muitos tutores de primeira viagem se questionam qual é a melhor ração para oferecer para o pet, esse é um questionamento que deve ser respondido com pontos básicos sobre o cão.

Os pontos principais que devem ser levados em consideração na hora de escolher uma boa ração é: porte, idade do cachorro, se ele possui alguma necessidade especial ou se tem um paladar mais exigente. Essas são questões fundamentais para que você possa escolher uma ração adequada.

Se o seu cachorrinho é filhote e está em fase de crescimento, ele precisa comer rações para o porte e idade dele, isso vai garantir que ele receba todos os nutrientes que precisa diariamente, para virar um adulto forte e saudável. O mesmo deve acontecer com cachorros adultos e seniors.

Agora, se o seu cãozinho possui um paladar mais exigente, esse é o momento que talvez muitos tutores fiquem perdidos e sem saber o que fazer, se perguntando se é saudável trocar de ração cada vez que o pet cansa da sua.

Como agradar o paladar exigente do meu pet?

Ter um cachorrinho com paladar exigente é mais normal do que você imagina e tratar desse assunto pode ser um pouquinho desafiador! Para isso, você precisará da ajuda de um médico veterinário, para que ele te instrua da melhor forma possível.

É muito comum os cães enjoarem fácil de uma ração, trocar a ração para cachorro pode ser um tanto arriscado. Segundo especialistas, trocar a ração bruscamente pode causar efeitos negativos no trato digestivo do animal, já que ele não funciona como o dos seres humanos.

Nós estamos acostumados a comer diversas coisas diferentes ao longo do dia e não ficamos nenhum pouco mal com isso. Com o cachorro pode ser um pouquinho diferente. Pelo fato de comerem apenas ração para cachorro, quando trocamos por outro sabor, pode ser arriscado.

Como os pets possuem o trato digestivo um pouco sensível, às reações podem ser adversas quando há uma troca repentina da ração. Pode ocorrer diarreia, vômitos ou até mesmo fezes amolecidas.

Calma, se você quer ajudar o seu amiguinho a ter mais bem-estar e uma boa refeição. Existe uma maneira muito saudável e tranquila de fazer a mudança de ração sem que ele sofra com esse processo.

Troca saudável e sem prejuízos!

Antes de fazer qualquer tipo de alteração na alimentação e dieta do seu pet, é importante conversar com um veterinário. Ele fará uma análise mais aprofundada das necessidades do seu amiguinho e de como a dieta dele deve funcionar.

Segundo especialistas, a troca de ração para cachorro deve ser gradual. Ele vai se acostumar aos poucos e não vai sentir uma mudança drástica em um momento importantes do seu dia.

Você precisará de sete dias para começar a fazer a mudança da comidinha dele. Esse período é perfeito para a transição de uma ração para a outra. Como a mudança deve ser feita de forma sutil, você precisará fazer uma dosagem equilibrada entre as duas rações.

No primeiro dia procure fornecer apenas 25% da ração nova e 75% da ração que ele costuma comer diariamente. Vá aumentando essa porcentagem a cada dia de transição. Faça isso até que ele chegue ao sétimo dia comendo somente a ração nova.

Atenção caso seu amiguinho tenha qualquer reação, como vômitos, diarreia ou até mesmo com as fezes mais amolecidas. Procure um médico veterinário imediatamente, para que ele possa fazer uma avaliação no pet.

No entanto, trocar de ração para cachorro não é nenhum bicho de sete cabeças. O mais importante é se manter sempre atento, para evitar excessos e um desequilíbrio nutricional no animal.

Gostou do conteúdo?

Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook