| Tudo sobre Cães e Gatos

Terra nova – Raça de cães

1.49K 0
Terra nova – Raça de cães

Não se iluda pelo grande tamanho. Os cães da raça Terra Nova são tão enormes como o seu respectivo coração. É como ter um ursão de pelúcia em casa para abraçar o tempo todo. Um lado bom da raça é que por ser grandalhão, não tem muita energia, então é calminho e incentiva crianças com autismo por exemplo, a ficarem calmos. Também serve como companhia para as crianças que são menos ativas e que gostam mais de ficar desenhando e brincando em um mesmo espaço.

É um gigantesco amável, com um temperamento zen e muito inteligente. O Terra Nova foi o cão selecionado para ser o pet do admirável protagonista da história Peter Pan. Ele é um bichinho que pode ser fantástico com as crianças.

Leia também:

10 razões para adotar um vira-lata

Rottweiler – Raça de Cães

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

Os Terra Nova são originários da Ilha de Newfoundland, no Canadá, e são o resultado de cruzamentos entre cães indígenas e o Grande Cão Negro, introduzido pelos vikings em meados de 1100. Atualmente, a raça é ocasionalmente utilizada em resgates na água. Não exita em salvar alguém que ama do perigo, até mesmo em enfrentar um incêndio para resgatá-lo.

Cuidados com a raça Terra Nova

Os pelos precisam ser escovados uma vez por semana, e no período de troca de pelos, deverá ser escovados todos os dias para evitar que sujeiras se acumule causando dermatites. Cuidado com a alimentação é bastante importante para evitar obesidade. Ele precisa de no mínimo um quintal para correr e se exercitar, se adapta muito bem dentro de casa, mas terá que levá-lo passear, brincar e se possível nadar.

Saúde da raça Terra Nova

Fique bastante atento com o problema da torção de estômago, principalmente quando ele estiver na fase idosa, essa torção de estômago, ou torção gástrica pode ser causada pelo excesso de alimentos, portanto, ofereça a ele somente a quantidade necessária de alimento. Outro fator importante é a predisposição a sofrer com a displasia coxo-femural e de cotovelos pelo fato de ser um cachorro de grande porte.

Fonte: Mundo animal

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

 

 

Comentários no Facebook