| Tudo sobre Cães e Gatos

Ração Renal para Cães

1.99K 1
Ração Renal para Cães

A velhice canina é um dos fatores principais de cães com problemas renais. Os rins passam a não funcionar como antes, o que pode trazer complicações para vida do animal. Normalmente, as pessoas só percebem que há algo de errado com os rins de seus cães quando o odor e a coloração da urina se alteram. Mas antes já é possível notar alguns sintomas de problemas renais em cães, como: vontade excessiva de urinar; urina de coloração clara, por ser eliminada com frequência; sede em excesso; vômitos e diarreia. A ração terapêutica não garante cura de doenças, mas é parte essencial no tratamento de muitas delas.

As rações terapêuticos são formulados para determinada enfermidade e coadjuvantes no tratamento clínico ou cirúrgico veterinário, portanto, sua prescrição deve ser realizada por profissional especializado e indicado exclusivamente para o paciente que necessite de dieta especial.

Leia também:

Gatos não mastigam a comida. Você sabia?

Ração premium e super premium. Saiba a diferença.

Glândulas anais ou (adanais): saiba prevenir e tratar problemas

É necessário avaliar a aceitação do animal, pois ele pode não aceitar logo de início a nova ração. Outro cuidado é com alimentos além da ração, pois eles podem influenciar e até anular o efeito da dieta terapêutica dependendo do caso. Petiscos devem ser evitados no uso de qualquer dieta terapêutica, a não ser que expressamente indicado pelo veterinário.

Algumas rações seniores e leves contêm menos fósforo do que comida regular, e pode ser usada como parte da dieta para cães com doença renal em fase precoce (creatinina não superior a cerca de 2,2). Lembre-se que baixa proteína é desnecessária e até prejudicial, mas baixo fósforo é aconselhável. Redução moderada em proteínas pode ser necessária se o seu cão tem proteinúria (proteína significativa na urina).

Adicione alguns alimentos frescos de baixo fósforo para reduzir a percentagem de fósforo na dieta. Se você está alimentando o cão uma dieta comercial de alta proteína, você pode adicionar alguns carboidratos de baixo fósforo tais como arroz branco, macarrão, batata e batata doce. Se você está alimentando uma dieta comercial de baixo ou médio de proteína, você pode adicionar carnes que tem baixo fósforo. Você pode adicionar uma combinação de carnes e carboidratos para qualquer tipo de dieta.

Cães com doença renal moderada ou em estágio final precisam de alimentos com ainda menos fósforo. Você não pode usar dietas sem prescrição médica para estes cães. E você vai ter que descobrir quantas calorias o seu cão precisa, o que você deve ser capaz de fazer com base em tudo o que você tem o alimentado.

Você pode usar casca de ovo (1/2 colher de chá de casca de ovo em pó fornece 1.000 mg de cálcio), ou qualquer outra forma de cálcio puro. O cálcio ajuda a ligar fósforo, bem como atender necessidades dietéticas. Existem algumas misturas de alimentos para cães no mercado que podem ser usados ​​para criar uma dieta para cães com doença renal em estágio precoce. Estas misturas destinam-se a ser combinados com alimentos frescos para criar uma dieta completa.

Use carnes com maior teor de gordura, queijo ricota de leite integral e combinações de ovos inteiros e claras de ovos para manter os níveis de fósforo razoável, desde que o seu cão possa tolerar uma dieta rica em gordura. Certifique-se de usar uma variedade de alimentos frescos, e não apenas um tipo.

Certifique-se de verificar a quantidade de fósforo (matéria seca) com o fabricante antes de alimentar seu cão. Nunca alimente seu animalzinho, além do necessário e mantenha água fresca e limpa disponível todo o tempo.

Fonte: Equilíbrio Total Alimentos

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook