| Tudo sobre Cães e Gatos

Pet na empresa: quando os animais no ambiente de trabalho são bem vindos

3.43K 3
Pet na empresa: quando os animais no ambiente de trabalho são bem vindos

Uma realidade de dar inveja é adotada cada vez mais por empresas nos Estados Unidos. Elas autorizam a equipe a levar seus bichinhos de estimação para o ambiente de trabalho. Algumas empresas determinam pelo menos um dia na semana em que são bem-vindos. É o intitulado PetDay.

O Google é uma das famosas empresas que levam a sério um ambiente com a companhia dos peludos.

Leia também:

Com que frequência devo dar banho no meu cachorro?

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

Golden ou Labrador, qual você prefere?

Pesquisadores da Universidade Virginia Commonwealth (EUA) constataram que cães no ambiente de trabalho diminuem o esgotamento físico e mental e fazem com que o serviço seja mais satisfatório ao grupo de trabalho. A análise foi feita com 550 pessoas. Os especialistas relacionaram os funcionários que levavam seus cães, os que não levavam e os que não tinham animais de estimação. Todos responderam a pesquisas de estimativa de exaustão, contentamento e compromisso com o serviço.

A alteração no estresse percebido nos dias em que o cachorro estava presente no ambiente de trabalho e nos dias em que ele estava ausente foi revelador. Diz Randolph Baker, representante do estudo: “A presença do animal de estimação é uma intervenção de baixo custo e que causa bem-estar, sendo facilmente disponível para muitas organizações que queiram aumentar a satisfação de seus funcionários”.

Um bichinho de estimação dentro da empresa proporciona muitas vantagens: estabelece um ambiente mais animado e relaxado, favorece comunicações entre o quadro de funcionários e o ambiente de trabalho fica mais dinâmico e proveitoso.

cães mexendo no computador

É óbvio que existem normas. A organização americana #PetsAtWork (animais de estimação no trabalho) enumera algumas delas.

1) Certifique-se de que seu bichinho é bem treinado e fica confortável perto de pessoas e outros animais.
2) Pergunte aos colegas se alguém tem alergia ou medo.
3) Sempre pergunte se o animal é bem-vindo antes de entrar em um elevador lotado.
4) Certifique-se de que não estará com a agenda cheia com reuniões e encontros com clientes nos dias em que levar o melhor amigo para o trabalho.
5) Respeite as áreas em que o animal não deve entrar, como banheiros e lanchonetes e refeitórios.

No Brasil, algumas empresas já deram início à tendência. Na Absoluto Comunicação, em São Paulo, essa atividade existe, mas com os felinos. Dois persas residem na matriz da empresa – e o primeiro empregado a chegar tem a função de higienizar e pôr as caixinhas de areia de Yoda e Mutante no jardim. O pessoal é orientado a tomar água em garrafas, porque os gatos quebram os copos. Tem mais: por melhor que seja um concorrente a um cargo, se ele tiver alergia, entre ele e os gatos… Permanecem os gatos!

Aqui no Brasil também temos a GetNinjas, plataforma de contratação de serviços. Além de poder levar os animais, os funcionários também podem trabalhar de bermuda e chinelo, fazer churrasco e aula de dança. Tudo dentro da empresa e de forma organizada. “Prezamos pelo bem-estar da equipe. O ambiente de trabalho precisa ser um lugar agradável e, muitas vezes, divertido. Todo o trabalho e dedicação merece mais que salário e reconhecimento, e é isso que a empresa oferece”, conta o co-fundador Eduardo.

Este ano a Nestlé também resolveu fazer o teste e decidiram repetir a experiência. Foram cerca de 90 cães e uns 5 gatinhos, todos agrupados pela empresa. “Eu lembro de poucos dias em que eu vi tantas pessoas sondo ao mesmo tempo com o que está acontecendo, como hoje”, relata o diretor de Recursos Humanos da empresa, Luiz Fruet.

Organizaram tudo para que os pets e as pessoas tivessem um dia especial. Primeiramente, separaram um andar inteiro do prédio para ser “pet free”, ou seja, um espaço para quem não gosta de animais, tem medo ou alergia, por exemplo. A empresa também sugeriu que todos marcassem reuniões para outros dias.

Ao chegar ao prédio, cada animal ganhou um crachá com seu nome, além do nome e telefone do dono. Ganharam também um kit com vasilha para comer/beber e tapete higiênico. O evento foi feito em parceria com a Purina, marca de rações.

Fonte: Revistadonna – Petmoney

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook