| Tudo sobre Cães e Gatos

Munchkin – a raça de gatos que nunca cresce! Saiba tudo sobre o bichano

2.2K 1
Munchkin – a raça de gatos que nunca cresce! Saiba tudo sobre o bichano

Hoje você vai conferir uma raça de gatos realmente incrível – os Munchkin. Eles são gatos que nunca crescem, e são adoráveis gatinhos de estimação, amáveis, inteligentes, carinhosos e sempre felizes. Quem ama gatos, adora filhotes é o melhor momento para carregar no colo e enchê-los de carinho. Agora, imagine se o seu gatinho não crescer nunca.

Leia também:

Confira 100 nomes para gatos e significados [Os Melhores]

Munchkin – a raça de gatos que nunca cresce!

O Munchkin é uma raça de gatos que de acordo com uma mutação genética, as suas patas ficam muito curtas, com cerca de um terço de tamanho de um gato normal e possui as costas longas. Ele possui uma grande semelhança com o cão Basset Hound, portanto é bastante conhecido como gato Basset. Os gatinhos podem possuir pelo curto ou longo e de várias cores.

Eles se mantém sobre as patas traseiras com as patas dianteiras recolhidas, ele corre de maneira muito semelhante a um furão, pois ele possui a capacidade de fazer curvas fechadas, e por isso velozes. Com certeza é indicadíssimo para quem mora em apartamentos.

Embora existam registros de raças de gatos de patas curtas desde os anos 40, a raça Munchkin foi aceita oficialmente pelas associações internacionais somente à partir dos anos 90. Normalmente, os machos dessa raça pesam entre 3 e 4 kg e são um pouco maiores do que as fêmeas.

A raça Munchkin possui as seguintes variantes:

  • Munchkin Standard (pernas curtas)
  • Munchkin Non Standard (pernas com comprimento normal)
  • Long Hair (pelo longo)
  • Short Hair (pelo curto)

Os Munchkins são propensos a malformações da coluna vertebral, escoliose, lordose e vários problemas de saúde ligadas ao nanismo. Você precisa estar ciente que terá altos custos, bem maiores que um gato normal, pois raças como o Munchkin exigem maiores cuidados. É muito importante comprar um Munchkin de um criador confiável, com pedigree, e estar disposto a pagar os preços médios cobrados pela raça aqui no Brasil, que podem variar entre R$ 2.000 e R$ 4.000. No exterior, eles podem custar até US$ 5.000.

Além dos custos na compra do seu gatinho, lembre-se que eles ainda precisam ir ao veterinário, tomar as vacinas corretamente, vermífugos, e você precisa gastar com brinquedos, arranhador, etc, e que precisam de atenção assim como qualquer animalzinho.

Gostou do artigo?

Deixe seu comentário logo abaixo e compartilhe com os seus amigos! Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook