| Tudo sobre Cães e Gatos

Meu cachorro enjoou da ração, e agora o que fazer?

10.26K 3
Meu cachorro enjoou da ração, e agora o que fazer?

O que eu devo fazer quando o meu cachorro enjoou e não quer mais comer a ração??

Diferente dos humanos, os cachorros não necessitam variar o cardápio, desde que eles comam um alimento completo e balanceado. O hábito de oferecer diferentes alimentos na rotina deles, pode ser bastante prejudicial à saúde. A questão não é que ele enjoou da ração, e sim as novidades que você oferece constantemente pra ele.

Por que o meu cachorro não quer comer a ração?

enjoou
Mesmo encarando jejum numa boa, um cachorro saudável não deve ficar mais de dois dias sem comer. E jamais deve ficar longos períodos sem beber água. Eles eram caçadores e nem sempre conseguiam alimento, por isso têm uma capacidade de ficar em jejum, porém não por muito tempo.

Um dos motivos da falta de vontade de comer pode ser por sua causa. A sua reação quando ele não come é: apreensão, angústia, saiba que ele sente isso e está só querendo ser mimado e quer chamar a sua atenção para pedir aquele petisco saboroso ou simplesmente para ganhar um carinho extra. O mais importante nessas horas é não ceder nada.

A alimentação em excesso também pode ser um outro motivo. A porção servida pode estar sendo demais, o seu cachorro come e mesmo assim a ração sobra. O certo é seguir corretamente a indicação no rótulo do alimento ou pergunte ao veterinário de confiança.

A causa mais comum foi citada no primeiro item: O petisco. Ao ganhar petiscos com muita frequência, o seu cãozinho fica com o “apetite exigente”, ou seja, não quer mais aquela ração “chata” e vai tentar lhe convencer de qualquer maneira. Os cães de pequeno e médio porte são experts nisso, sabem muito bem que você vai fazer de tudo para agradá-los.
Relatos frequantes:  “Preciso trocar a ração todo o mês, senão ela come muito pouco!”. “Meu cão enjoou da ração”.

Quando o animal entra em contato com uma comida nova, acontece o “efeito novidade”. Ele vai comer tranquilamente por umas duas semanas e, se não houver controle, poderá ficar obeso. Mas depois passa e ele começa a comer normalmente, então você pensa que ele “enjoou” da comida, e troca por outra. O mais importante nessas horas é não ceder.

Por último, pode ser que a área de defecação esteja muito próxima dos potinhos. Para este caso a solução é muito simples, basta afastá-los dali.

Leia também:

13 Alimentos saudáveis que você pode dar para o seu cachorro

Gases em cães: O alimento pode ser a principal causa

10 motivos para NÃO dar ossos para o seu cãozinho

Faça o cachorro voltar a comer a ração dele

Criar um hábito alimentar de servir em horários fixos é muito importante. Oferecer três vezes por dia para filhotes e duas vezes para cães adultos. Sirva a ração, aguarde entre 15-30 minutos e retire, mesmo que ele não tenha comido. Se o coração amolecer, tente mais uma vez depois de 10 minutos. E depois, somente na próxima refeição. Ele vai acabar sentindo fome e comendo.

Outra dica importante é que você não haja de forma diferente ao servir a comida. Simplesmente deixe o pote e saia. Evite oferecer petiscos com frequência, ainda mais perto da refeição.
Experimente servir uma porção menor ou somente alguns grãozinhos. Ele vai ver que a comida está escassa e “pode faltar”. Seu instinto vai falar mais alto e ele vai acabar comendo.

Procure oferecer alimentos mais palatáveis e de fontes nobres, como ração super premium. A alimentação natural também é uma ótima alternativa, desde que você recorra a um veterinário nutricionista.

caso o animal apresente comportamento fora do comum, como preguiça ao buscar a bolinha ou indisposição, procure um veterinário. As dicas só valem para animais saudáveis.

Seja persistente, não ceda. A alimentação também é um exercício de adestramento. E boa sorte!

Fonte: Tudo Sobre Cachorros

Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook