| Tudo sobre Cães e Gatos

Cleo Pires ganha lambeijo na boca. Isso faz mal?

1.8K 0
Cleo Pires ganha lambeijo na boca. Isso faz mal?

Uma imagem postada esta semana pela atriz Cleo Pires nas redes sociais (em sua conta do Instragram – no última dia 16) tem gerado dúvidas. Será que ‘lambeijo’ faz mal? A foto que para uns é fofa e, para outros, anti-higiênica, mostra ela ganhando um lambeijo na boca de seu cãozinho de estimação. “Meu pequeno Darth Vader”, diz a legenda, citando o nome do cachorro, que é inspirado em um personagem da saga “Star Wars”. A foto, que já rendeu mais de 27.000 curtidas.

E como tudo nas redes sociais, sempre tem aqueles que aprovam e os que criticam. “Que nojo”, declara uma seguidora. “Eca”, comentou mais uma. “Lambeijoca delícia”, fala outra. “Queria ser esse cachorro”, aproveita um rapaz, “Inveja deste cão”, escreveu seguidor,  “Cachorrinho sortudo”, fez coro outro.

Leia também:

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

Plano de saúde para seu bichinho de estimação – Já pensou nisso?

É normal o cão comer fezes?

MAS LAMBEIJO PODE?

Lambeijos são, sim, evidência de apreço. Mas é necessário tomar certa cautela. Segundo o veterinário Amilcar Silva Junior, devem ser evitadas lambidas na boca ou nas proximidades para evitar que bactérias penetrem em nosso organismo através das mucosas. Isso porque cães e gatos costumam lamber com frequência seus ânus e genitálias –e também de outros animais–, locais com grande flora bacteriana.

“Embora seja um conselho óbvio, sempre é bom repetir que devemos lavar muito bem as nossas mãos após brincarmos com nossos animais de estimação. Os carinhos em nossos animais de estimação não estão proibidos, desde que não nos esqueçamos das medidas de higiene necessárias”, afirma.

Outro estudo sobre lambeijos

Em 2011, uma equipe de pesquisadores japoneses analisaram este tema. Os resultados da investigação – como publicado na revista Archives of Biologia Oral – determinou que os seres humanos e cães contem bactérias na boca, o que poderia potencialmente ser transferidos entre si através de “beijos”. Ou seja, assim como o cão pode transmitir algo para você, o contrário também pode acontecer.

Fonte: Bompracachorro

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook