| Tudo sobre Cães e Gatos

Glândulas anais ou (adanais): saiba prevenir e tratar problemas

2.1K 13
Glândulas anais ou (adanais): saiba prevenir e tratar problemas

Você sabe o que é glândula anal ou (adanal) em cães?

É muito comum nos depararmos com nossos cães arrastando a traseira no chão, e talvez você nunca tenha ouvido falar, pode ser que você sempre tenha tido cachorro, mas nem saiba que ela existe, e onde fica localizada. Geralmente só se tem conhecimento das glândulas quando ela vem a apresentar algum incomodo para o seu cachorro. Este problema é mais comum em raças pequenas, mas pode atingir todas as raças.

dogscoot

O que é glândula anal?

São dois sacos localizados nos dois lados e um pouco abaixo do ânus que tem como função lubrificar as fezes e principalmente comportamental. As glândulas soltam pequenas quantidades de fluidos quando pressionadas durante a urinação e defecação.  A substância secretada é um fluido semi-oleoso, que carrega um odor forte.

Atenção: As glândulas anais saudáveis são esvaziadas naturalmente durante a evacuação do animal, sem necessidade de pressioná-las.

Em alguns cachorros essas glândulas podem simplesmente liberar o líquido quando se trata de medo, ansiedade ou até mesmo momentos de felicidade do cão.

As glândulas anais, ou adanais têm a função de espalhar o odor de um cão por onde ele passar, isto serve para que outros cães o identifiquem, este odor é único e funciona para identificar quem passou por ali. Elas produzem um líquido de cor castanha, e como acabei de mencionar, o odor desta glândula é bem forte e fétido até para nós, para eles que tem o olfato poderosíssimo tem o poder de enviar uma informação única de quem é que esta se apresentando, por este motivo, os cães ao se apresentarem um ao outro, levantam a cauda e ficam se cheirando por algum tempo, é assim que eles se apresentam um ao outro.

glandulas 3

Nos casos que as glândulas anais não funcionam normalmente, elas precisam ser esvaziadas manualmente por um médico veterinário ou pelo próprio tutor do cão, que nesse caso, deve aprender com um profissional como efetuar o procedimento, que geralmente é feito 1 vez por mês. O responsável deve conhecer exatamente a localização da glândula, a pressão que deve ser aplicada ao espremer e o momento certo de parar.

Um funcionamento errado pode ser um resultado de malformações hereditárias ou de um histórico de alimentação de má qualidade.

É importante saber que os cães sem problemas nas glândulas anais não devem ser sujeitos ao esvaziamento rotineiro, pois conseguem fazê-lo naturalmente. Faça check-ups frequentes para verificar se as glândulas do animal não estão inchadas e só esvazie manualmente quando recomendado por veterinário. O esvaziamento por rotina pode causar pequenas lesões que tornam o cão incapaz de esvaziar naturalmente os sacos.

Veja também:

Riscos: Veja os motivos para não comprar ração a granel

O nanismo acontece também em animais – Porque isso ocorre

Erros comuns que você pode cometer quando escolhe a ração

Obs: Algumas pessoas que levam os cães para banho em pet shop reclamam aos banhistas que o seu cachorro já volta do banho com mau cheiro (Eles podem soltar o liquido por medo dos equipamentos usado no banho e tosa, como o soprador) em face disto alguns estabelecimentos tem o costume de esvaziar esta glândula para evitar esta reclamação do proprietário, só que este hábito poderá acarretar em inflamação das glândulas, portanto, para que você e seu cãozinho tenham plena segurança, é indicado que este esvaziamento da glândula anal só seja feito quando recomendado pelo veterinário e realizado pelo veterinário.

Alguns motivos que podem causar inflamação nas glândulas:

  • Fezes moles não conseguem exercer a função de expelir o líquido
  • Animais obesos ou idosos podem ter um enfraquecimento dos músculos que exercem a pressão,
  • Lesão nas glândulas, devido ao esvaziamento não necessário das mesmas, normalmente realizados em banhos em alguns petshops.
  • Obstrução do canal onde o líquido é drenado, normalmente causado por acumulo do mesmo.
  • Cachorros com problemas alérgicos estão dispostos a terem distúrbios nas glândulas.
  • Mau posicionamento das glândulas.
  • Cachorros de porte pequeno.

Mas quando a glândula adanal esta inflamada?

Se o seu cachorro começar a apresentar os sintomas abaixo, é hora de procurar um veterinário.

  • Morder a cauda;
  • Arrastar o bumbum no chão;
  • Ter dificuldade para defecar
  • Odor forte
  • Inchaço
  • Dor e desconforto

Como prevenir esta inflamação na glândula?

Optar por uma boa alimentação, uma ração de qualidade que farão o bom funcionamento intestinal, as fezes firmes atuam naturalmente para o esvaziamento, enquanto que fezes moles não exercem pressão suficiente para o esvaziamento natural, é muito importante estabelecer uma dieta adequada à formação do bolo fecal para evitar problemas crônicos.

Veja o procedimento feito pelo veterinário:

Fonte: Blog do cachorro

Gostou do nosso conteúdo? Curta o nosso Facebook, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook