| Tudo sobre Cães e Gatos

O cão que é treinado para salvar sua dona durante crises de convulsão

1.59K 1

O jovem cão Colt da raça labrador, é treinado pela sua tutora Janaye Kearns, os dois moram no Colorado Springs EUA, que em 2012 sofreu uma lesão cerebral conta ela em seu canal do YouTube.

Kearns conta, que qualquer pancada na cabeça é um grande perigo para sua saúde, e o risco aumenta porque Janaye Kearns também sofre convulsões e pode bater sua cabeça contra o solo. Para minimizar o risco, a moça tem a ajuda do seu fiel amigo Colt, o cão de alerta médico.

treinado

O cão que é treinado para salvar sua dona durante crises de convulsão

Leia também:

Idosa de 80 anos cuida de uma cadelinha que perdeu os movimentos

Golden ou Labrador, qual você prefere?

Labradora come bolo de casamento no dia da festa

A moça publicou no YouTube um vídeo do treinamento com o animal, que viralizou porque outro usuário publicou no Twitter, e em poucos dias o vídeo superou mais de meio milhão de curtidas e se espalhou pelas redes sociais.

“É assim que Colt treina para bloquear minha cabeça durante as convulsões”, explica Kearns na descrição do vídeo original, que foi publicado em 21 de junho.

A jovem mostra como o animal treina e esclarece que é só uma simulação, não está sofrendo convulsões reais. “Preciso comprovar o que ele sabe para me assegurar de que continua fazendo o procedimento de maneira confiável”, explica. “Durante um ataque de convulsões é como se eu não estivesse lá, de modo que não teria como saber se fez bem ou não seu trabalho”.

Ela conta, que o treinamento que mostra no vídeo, não transcorre perfeitamente. “É quase uma cena falsa”, conta, “o chão era super escorregadio e ele demora um bom tempo para colocar seu corpo sob minha cabeça”. Por isso está orgulhosa dele. “Nunca desiste de tentar, sempre olha para comprovar que estou a salvo e continua tentando até conseguir”.

Fonte: El País

Gostou do nosso conteúdo? Curta o nosso Facebook, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook