| Tudo sobre Cães e Gatos

Você sabia que os cães braquicefálicos sofrem mais com a gripe canina?

3.55K 0
Você sabia que os cães braquicefálicos sofrem mais com a gripe canina?

Os  Cães braquicefálicos, aqueles que têm um “focinho curto”, podem apresentar sintomas mais severos da gripe canina em relação aos outros cães.

Os cães com uma propensão maior a desenvolver casos de gripe são os filhotes, os idosos e os de raças braquicefálicas (de focinho mais curto) também têm uma predisposição maior a podem apresentar sintomas mais severos durante uma gripe; já que contam com uma capacidade menor de “filtrar” o que é respirado pelo nariz até que o ar chegue ao seu pulmão, levando mais impurezas e bactérias para seu corpo.

Leia também:

6 raças de cães que possuem mais tendência à obesidade

Qual a diferença entre a vacina importada e a nacional? Qual escolher

Afinal, qual é o melhor vermífugo para cães e gatos?

Exemplos são o Pug, o Boxer, o Buldogue, o Pequinês e o Shih-Tzu. O motivo de os sinais clínicos como tosse, dificuldade respiratória e espirros se tornarem mais severos em cães braquicefálicos é a redução no tamanho das vias aéreas e diferenças na forma da traqueia. Para essas raças, a vacina é ainda mais necessária.

braquicefálicos

Na maioria das vezes, não é difícil identificar quando um cachorro tem gripe, já que os seus sintomas se apresentam de forma similar com a das pessoas. Fatores que incluem friagem, ventos fortes e gelados e a temperatura muito baixa também influenciam na aparição da gripe canina;

Sintomas como:

Espirros, secreções nasais e a expectoração de uma espuma branca pela boca também são ocorrências frequentes nos cães gripados. Porém, nos casos em que a doença ganha mais força, ela pode ser responsável por gerar uma série de outras complicações para a saúde do animal; podendo até transformar-se em uma pneumonia – que é muito mais difícil de ser tratada e pode levar o animal ao óbito.

Dica:

Além das vacinas obrigatórias, como tríplice felina e a polivalente nos cães, a vacina da gripe, principalmente nos animais que tem contato com lugares públicos ou outros animais.

Há uma vacina específica disponível, que infelizmente não irá tratar a doença e nem evitá-la totalmente, mas pode diminuir drasticamente a gravidade da mesma caso o cão seja infectado. A vacina também ajuda a diminuir o quanto de vírus é espalhado no ambiente, já que os vacinados são menos propensos a transmitir o vírus.

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook