| Tudo sobre Cães e Gatos

Aposentada gasta fortuna para salvar 100 cães de festival na China

1.49K 0
Aposentada gasta fortuna para salvar 100 cães de festival na China

Uma professora aposentada que cuida de um abrigo para animais em Tianjin, na China, viajou mais de 2,5 mil quilômetros para salvar cachorros que seriam mortos no Festival de Carne de Cachorro de Yulin, que aconteceu no fim de junho de 2015.

Segundo a imprensa chinesa, Yang Xiaoyun, de 65 anos, juntou mais de 50 mil yuanes, cerca de R$ 20 mil, e comprou 100 cães que seriam mortos durante o festival. Somente no ano passado, a chinesa conseguiu salvar 360 cães, que levou para o abrigo.

Animal lover Yang Xiaoyun (L) uses a mobile phone next to a cage accommodating dogs which she purchased from dog vendors to rescue them from dog meat dealers at a temporary shelter ahead of a local dog meat festival in Yulin, Guangxi Autonomous Region, June 21, 2015. Local residents in Yulin host small gatherings to consume dog meat and lychees during the festival, which falls on Monday this year, in celebration of the summer solstice which marks the coming of the hottest days. REUTERS/Kim Kyung-Hoon

20150622090526o6yr3fwqwa 20150622090536wremczwvnf 201506220905321ichiarefvLeia também:

Visita de cão para dona com câncer em hospital no RS

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

É legal invadir domicílio em casos de maus-tratos a animais

Bastante criticado por entidades e personalidades, o festival é uma tradicional celebração em comemoração ao solstício de verão (dia mais longo do ano).

Todos os anos cerca de 10 mil cachorros são levados para Yulin, na província de Guangxi. Muitas vezes os animais morrem durante a viagem, por desidratação ou inanição.

Cerca de um milhão de pessoas assinaram um abaixo-assinado no site Change.org pedindo que o festival fosse cancelado. A hashtag #stopyulin2015 (parem Yulin 2015) circulou com força nas redes sociais. Mas isso não impediu que a festividade tivesse início neste sábado.

O Festival de Carne de Cachorro de Yulin é uma popular celebração que vem dos anos 90 e tem como objetivo comemorar o solstício de verão – dia mais longo do ano – com o consumo de milhares destes animais.

Comer carne de cachorro não é ilegal na China, mas não existe consenso sobre o quão tradicional é esta prática. Nas redes sociais chinesas, muitos usuários demonstraram preocupação pelo bem-estar dos animais consumidos em Yulin.

Lá há a crença de que o consumo da carne de cachorro ajuda a impulsionar o desempenho sexual.

Fonte: RedeTV

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook