| Tudo sobre Cães e Gatos

Alimentação natural para cães. Você já pensou nisso?

2.21K 3
Alimentação natural para cães. Você já pensou nisso?

Temos em todo mundo milhares de adeptos a alimentação natural. Vivemos em uma época onde as recomendações para nós humanos termos uma vida mais saudável, com uma alimentação mais fresca e balanceada está cada vez mais sendo cobrada pelos médicos. Essa cobrança tem com o objetivo nos prevenir para termos uma vida mais saudável e com menos doenças. E porque não pensarmos assim com a vida alimentar de nossos cães?

Escolhemos nos alimentar na maioria das vezes com alimento natural, fresco, rico em vitamina, para enriquecer sempre nosso organismo com os melhores nutrientes que há, evitando o máximo produtos industrializados cheios de conservantes que causam diversas doenças para nós. Nos dias atuais com vida moderna, fazemos tudo com muita pressa e sempre buscamos a praticidade em tudo, principalmente na alimentação.

dog-ice-woman-purple

Leia também:

Documentário na Netflix mostra a verdadeira face da indústria de rações

10 alimentos que você jamais deve dar ao seu cachorro

Animais com síndrome de down – Entenda como funciona!

Sabemos que se consumirmos diariamente um alimento industrializado, fast food ou alimentos enlatados que precisam de aditivos para aumentar seu tempo na prateleira, não contribuirão com as vitaminas e nutrientes que o nosso organismo precisa, onde teremos diversos problemas de saúde.

Sendo assim, podemos aplicar essa lógica para o caso das rações, que são industrializadas, produzidas com alimentos que não serviram para o consumo humano, precisam de inúmeros aditivos e conservantes para aumentar o seu tempo de conservação nas prateleiras.

Pensando dessa forma optamos em prevenir nossos cães de futuras doenças como crises de infecção urinaria, formação de cristais, obesidade, alergias, tumores entre outras doenças que podem ser causadas pelo acumulo desses aditivos e conservantes.

Aposto que você certamente já conheceu ou conhece algum cachorrinho que tem ou já deve alguma dessas doenças citadas acima.

Mas se você for uma pessoa assim como eu que nasceu no século XX, certamente vai se lembrar que os cães que viviam nas nossas casas ou nas casas dos nossos familiares eram alimentados com comidas, não existia ração e aposto que você se lembra também que esses cães viviam por muitos anos e raramente ficavam doentes.

Mas se pararmos para pensar que os cães vieram dos lobos, que caçavam e comiam suas presas… sem sombra de dúvidas a turminha da alimentação natural está no caminho mais que certo.

Existem diversos estudos que comprovam que rações podem diminuir a expectativa de vida de cães, segundo Jonatha Self, especialista em nutrição e alimentação canina, empresas fabricantes de alimentos para cachorros estão diminuindo a expectativa de vida dos animais, já que as companhias estariam usando coisas que seriam jogadas fora para a fabricação dos produtos. Na opinião do especialista, os animais que seguem dieta natural vivem mais, são mais calmos e atentos, mais comportados e sofrem menos com doenças.

Self acredita que nove em cada 10 visitas ao veterinário são motivadas por alimentação inadequada. A qualidade dos alimentos para cães é baixíssima, segundo ele, e o cozimento acaba com as enzimas importantes por processos metabólicos vitais, torna o alimento de difícil digestão e altera sua estrutura. As comidas caninas processadas têm o mesmo efeito que fast food para os humanos.

A legislação britânica e europeia, segundo Self, permite o uso de substâncias que seriam descartadas em rações a alimentos para animais, desde que não causem dano imediato. “O material de origem animal usado pelas indústrias de ração é formado por partes não consumidas por humanos”, comentou. Caudas, testículos e orelhas de animais estão entre os componentes das rações. O processo de fabricação é de “revirar o estômago”, disse o especialista.

E você, o que acha dessa nova maneira de pensar e agir com nossos bichinhos? Pensando bem, o que é para o bem deles, é bom para todo mundo, não é?

Fonte: caosaudavel – anda

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagran e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook