| Tudo sobre Cães e Gatos

Adoções de gatos pretos aumentam após o filme Pantera Negra

678 1
Adoções de gatos pretos aumentam após o filme Pantera Negra

Nos Estados Unidos, os gatos pretos sempre foram discriminados e associados a superstições, são menos adotados que outras cores de bichanos. Pelo menos isso mudou nos últimos dias: graças ao filme Pantera Negra, o número de adoções de gatos pretos aumentaram consideravelmente nos abrigos de animais dos EUA, pois as pessoas realmente se apaixonaram pelo fascínio que Hollywood trouxe ao gato preto.

Leia também:

Confira 100 nomes para gatos e significados [Os Melhores]

Adoções de gatos pretos aumentaram nos EUA

Os gatos pretos são discriminados por pura superstição, pois as culturas ocidentais muitas vezes associam aos gatos pretos o símbolo de má sorte porque achavam que eles eram companheiros das bruxas no século XIV. Agora nas telonas dos cinemas, tudo mudou, e estas criaturinhas ganharam o status de super stars.

Desde o lançamento do filme Pantera Negra, nos últimos dias, surgem muitas notícias de abrigos norte-americanos que apresentaram uma alta demanda pelo gatinho preto pelas pessoas que querem adotar.

O usuário do Tumblr Gallusrostromegalus afirmou que os abrigos de animais em Durango, Colorado, não têm mais gatos pretos para adotar, e que passaram de 50 a 60 gatos pretos disponíveis para nenhum.

Os nomes também seguem a onda dos cinemas. Os nomes preferidos são “T’Challa”, “Okoyes” e “Shuris”.

Incrivelmente eles deixaram de ser preteridos, e agora fazem parte da primeira opção de quem está à procura de um bichano.

E aqui no Brasil?

Aqui no Brasil não é muito diferente e também existe a superstição da cor do gato. Embora que não tenhamos informações precisas sobre o número de adoções neste momento, provavelmente também tenham aumentado por aqui. Se algum integrante de abrigos ler essa matéria, por favor deixe seu comentário para atualizarmos este post.

E então, o que achou do post? Deixe seu comentário logo abaixo! Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Via GreenMe

Comentários no Facebook