| Tudo sobre Cães e Gatos

Beagle – Raça de Cães

1.86K 5
Beagle – Raça de Cães

Há indícios de que o Beagle foi gerado a partir do grande Foxhound para caçar com os homens, de preferência atrás das lebres. Por isso uma raça boa de caça e de faro, mas não deixam de ser os preferidos das famílias.

Ficou mais conhecido na década de 50, quando surgiu o Snoop, desenho em quadrinhos que logo virou desenho animado. De aparência nobre, se destacam pelo caminhar pomposo. E não é a toa, pois esta é a raça predileta da rainha da Inglaterra, Elisabeth I que teve uma cachorrada destes pequenos e selecionou os menores de sua criação, que ficaram conhecidos como beagle de bolso.

Leia também:

Raças de gatos – Persa

Hulk, o maior pit bull do mundo pesa 80kg

Vacinas para cães e gatos: Fica ligado!

O bichinho é muito simpático até mesmo com estranhos, nem conhece e já vai logo querendo brincar. Então para um cão de alerta não serve, é mais fácil pedir carinho ao ladrão do que rusnar para ele. Os cães da raça são fieis por natureza, valentes e simples de treinar. Dificilmente se cansam, são relativamente imbatíveis pelo entusiasmo e força. São excelentes amigos de crianças. Apesar de necessitarem de espaço para suas atividades, os cães se adaptam bem em apartamentos, desde que ganhem passeios diários. São calmos, limpos e de fácil adestramento.

Os cães dessa raça não gostam de viver sozinhos. Então, quem quer adotar ou comprar um, deve se ajustar nos horários, para que o bichinho não fique só. Ele pode manisfestar seu descontentamento destruindo móveis e plantas na sua casa, além de latir sem parar. Teimosia é um dos seus piores defeitos, talvez por ter o instinto persistente de caçador.

No Brasil, os cães ganharam destaque após a denúncia do Instituto Royal Cannin, onde eram usados para experimentos. Em 2013 o Instituto Royal foi invadido por ativistas em defesa dos direitos dos animais, alegando denúncia de maus tratos.

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Comentários no Facebook